Alarme automotivo

Tudo que você precisa saber sobre alarme automotivo.

Muitos condutores recorrem, através de acessórios, a maior segurança para os seus veículos. Dentre a opção mais desejada e aplicada, o alarme automotivo é o principal item para motoristas que trabalham com seus carros. 

Isso ocorre, em muitas ocasiões, já que é essencial estacionar em lugares desconhecidos e perigosos. Assim, a Mobili te dá dicas e apresenta pontos importantes sobre modelos e te conta a relevância dos alarmes para a segurança do seu veículo. 

O que é o alarme automotivo?

Os principais fatores para a instalação desse sistema nos veículos é o alto índice de registro de roubo e furto no país. Além da proteção veícular como base importante para  segurança, o alarme automotivo também auxilia no monitoramento do carro. 

O sistema consta em um dispositivo, sensores capazes de se conectarem com uma sirene ou um toque. Ela é disparada assim que algo diferente acontece com o veículo, principalmente na parte externa. Em caso de forçamento ou arrombamento do carro.  

Modelos de alarme automotivo.

Sensor de movimento adaptado (h3) 

Esses geralmente, já são instalados diretamente da fábrica. Com acelerômetro incluso, são capazes de captar os movimentos do veículo. 

Quando o acelerômetro é integrado ao alarme, ele é acionado. Isso ocorre quando o veículo é retirado ou roubado por meio de reboque ou guincho.

Bloqueador de freios e parte elétrica.

Conhecido como um dos mais antigos tipos de alarme automotivo do mercado, possui a reconhecida chave tetra. Esse sistema de alarme automotivo, ativa a função que desliga a parte elétrica do veículo. 

Dessa forma, ele faz com que, caso um indivíduo tente levar o seu carro, não irá conseguir. Uma vez que, o freio trava as rodas e impede a locomoção do automóvel.

Volumétricos.

Os alarmes volumétricos são aqueles capazes de avisar quando ocorre uma movimentação dentro do veículo. Assim, ele conta com sensores ultrassônicos. Dessa forma, caso um indivíduo tente quebrar, arrombar, se movimentar ou tentar levar algum item do carro, o sensor do alarme volumétrico será acionado.

Perimétricos.

Esse tipo de alarme é o mais comum no mercado e para instalação nos automóveis. O alarme perimétrico ativa um aviso sonoro quando alguém tenta, por exemplo, abrir as portas dianteiras ou traseiras do automóvel. 

Neste caso, o único diferencial é quando o capô ou porta-malas é aberto, já que, nem sempre este dispositivo é acionado. 

O que o CTB diz sobre instalação de alarmes automotivos.

De acordo com o art. 229 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) “utilizar indevidamente o aparelho de alarme automotivo que produz som ou ruído de modo que perturbe o sossego público, é considerado infração de natureza média” com direito a multa e apreensão do veículo, com multa e apreensão do veículo como penalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *