As 5 motos mais vendidas

Conheça as 5 motos mais vendidas no mercado automobilístico brasileiro

Motocicletas são ótimas opções para aqueles que buscam praticidade e economia, principalmente devido ao aumento de combustível nos últimos tempos. Entretanto, o aumento da procura durante a pandemia ocasionada pelo Covid-19 foi significativo para o crescimento de 18% do valor da faixa do mercado antes de 2020. Entre as marcas de motos mais vendidas, Honda e Yamaha permaneceram no domínio no mercado, com modelos como motos street, motonetas e trails urbanos. 

Por isso, a Mobili te conta hoje sobre as cinco motos mais procuradas no mercado. Itens essenciais que marcaram a procura de trabalho na quarentena em concessionárias especializadas. Em média, o aumento do preço ficou em 15%, com variação de acordo com o modelo. 

Motos mais vendidas

Honda CG 160

Em nova adaptação mais esportiva, a Honda CG 160, com 162 cc, se atualizou no mercado e varia entre R $7.740,00 a R $10.000,00. Além disso, ela conta com o sistema de freios CBS (Combined Brake System) que distribui a frenagem entre as rodas de maneira inteligente. Com ele, ao acionar o freio traseiro, o freio dianteiro é acionado simultaneamente. 

O que garante o primeiro lugar entre as motos mais vendidas, com certeza, é o seu alto rendimento com baixo consumo de combustível, surpreendendo com um excelente custo-benefício.

Honda Biz 110i

Disponível no Mercado a partir de R $8.900,00, a Honda Biz 11 0i é uma moto especial para aqueles que necessitam transportar volume durante suas viagens. Na mais recente atualização, o porta-objetos se encontra ainda maior. Com  109 cc, a Biz 11 0i garante que a injeção eletrônica obtenha baixo custo de manutenção e economia com mais precisão na hora de liberar o combustível.

Honda NXR 160

Apesar da confecção ser apenas da cor vermelha, a Honda NXR 160 é ideal para quem  trabalha por horas em cima de uma moto. Com roda aro 19, na dianteira, suspensões de curso mais longo e uma posição de pilotagem ereta, a NXR Bro, tem motor de 162 cc e transmissão de cinco velocidades. Além das duas opções de combustíveis: Gasolina e Etanol.  

Yamaha XTZ

Em 4º lugar, a Yamaha é prática e capaz de entregar 12,4 cv de potência máxima a 7.500 quando abastecida com etanol. Com câmbio de 5 velocidades bem escalonadas para encarar o trânsito com agilidade e um fora de estrada leve, possui tanque de combustível com capacidade para 12 litros. Garantindo autonomia, o motor conta com o sistema Y.R.C.S, (Yamaha Ram Air Cooler System), que mantém a temperatura estável para que não haja perda do combustível em situações desafiadoras.  

Yamaha YBR

O modelo YBR125 da Yamaha conta com um componente exclusivo nos motores. Com um visual mais esportivo e com potência de 10 cv, ela é capaz de diminuir a vibração, proporcionando uma pilotagem mais suave e confortável. 

Além disso, oferece uma variação na cartela de cores. O peso e painel de instrumentos, como a partida elétrica de série e o freio a disco, são proporcionais para condutores que a utilizam diariamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *